Rua Américo Brasiliense, 2171- Conjunto 603/ 604

Chácara Santo Antônio- São Paulo- SP

Tel/fax: 55 11-2769- 6013

Blog Dr. Luba

MATERNIDADE: CONSELHOS DO GINECOLOGISTA

saiba mais

"Amamos nossas mães quase sem o saber e só nos damos conta da profundidade das raízes desse amor no momento da derradeira separação". Guy Maupassant.

Ser mãe, difícil tarefa em um mundo tão cheio de informações e regras. Chega a um ponto em que temos vontade de simplesmente ficar longe de tudo isso e de todos ao redor com seus comentários e receitas para tudo. Quem não conhece aquela tia que sabe de todas as doenças e diagnósticos? E o melhor... pelo telefone! A vivência das mais experientes pode ser aproveitada (e deve) mas também devemos tomar cuidado com essa forma de buscar informações. Para essa tarefa (ser mãe) posso dar algumas dicas para um começo mais fácil, mas depois é com você!

Inseguranças sobre ser mãe

Com certeza já se sentiu insegura em relação à muitas dúvidas que envolvem a maternidade. Será que serei uma boa mãe? (Ou sou? Ou até mesmo fui?) Será que fiz tudo o que deveria ter feito? Quais qualidades seriam necessárias para ser uma boa mãe? Em nosso processo de crescimento e amadurecimento passamos por diversas fases, todas interligadas a tudo e a todas experiências que vivemos em nossa vida.

A maneira como fomos criados por nossos pais é muito importante e decisiva em como iremos criar nossos filhos. Em citação à Sofocleto, "Para compreender os pais é preciso ter filhos". No entanto é preciso lembrar que a melhor MÃE que seu filho pode ter sempre será VOCÊ! Deixe as inseguranças de lado, as incertezas você já tem. Naquele momento tenha certeza que você fez o seu melhor para o seu filho, e hoje você tem mais instrumentos à mão e mais experiência para tomar outras decisões. Se você não tivesse passado por aquela situação, se não tivesse tomado aquela decisão, hoje não saberia se teria dado certo ou errado. Portanto quando nos perguntarem se faríamos tudo de novo, do mesmo modo... Existe grande chance da resposta ser SIM. Foram essas experiências que nos tornaram quem somos hoje em dia, e que formarão as personalidades de nossos filhos no futuro.

maternidade

Pós parto Independente da via de parto (cesárea ou normal) a mãe deve tomar cuidados específicos ao carregar peso e ao fazer esforço físico. Na paciente pós parto cesárea, o esforço físico exagerado pode levar ao surgimento de queixas de dor pélvica importante, às vezes até de maneira crônica e de difícil manejo clínico. Amamentação

Vale ressaltar a importância do aleitamento materno em relação à troca de afeto e carinho entre mãe e filho. No entanto, temos que tomar cuidado com exageros e outras situações. Primeiramente, o seu leite é o que o seu filho necessita. Não existe leite fraco. No início da amamentação, por mamada, o recém nascido toma aproximadamente 30 mL de leite (um copinho plástico de café). Portanto você não precisa de uma produção industrial de leite em casa para alimentar o seu filho. Cuidado com a ansiedade. Se a mãe está com as mamas machucadas, sangrando, doendo muito e quentes, CUIDADO! Isso pode significar que a mãe está com MASTITE e deve ser avaliada por um especialista.

Como fica a relação do casal? Converse bastante com seu parceiro. Tenham paciência um com o outro. Diversos casais brigam muito nesse momento por simplesmente falta de paciência e compreensão. Lembre-se: Esse filho que você está carregando também é filho dele, e ele também quer desempenhar um papel importante no crescimento e na educação do seu filho. Se você não deixá-lo lhe ajudar hoje, você não poderá reclamar quando ele não lhe ajudar no futuro. Isso reflete muito o nível de confiança e intimidade que os casais tem e que irão desenvolver durante essa jornada que é criar um filho. A melhor forma de educar é dando exemplo Cuidado com o que fazem e o que mostram de exemplo a essa criança, isso será um dia avaliado pela própria criança, e o pior... poderá ser julgado por ela. O melhor exemplo ainda é o de muito amor e respeito mútuo. Acho difícil mostrar todas as situações em que as mães (principalmente as de primeira viagem) vão passar, mas tentei mostrar uma parte de tudo que é questionado em meu consultório. Boa sorte nessa incrível jornada .... SER MÃE!

0 maternidade maternidade ser mãe amamentação